Jovens trocam o Facebook pelo Twitter e o Snapchat na hora de se informarem

O Facebook é, atualmente, a rede social mais utilizada pelos usuários para se informar, substituindo em muitos casos os próprios sites de notícia, mas essa liderança pode acabar nos próximos anos. Uma pesquisa realizada pelo site Technology Insider mostra que adolescentes com idades entre 13 e 18 anos preferem usar o Snapchat e o Twitter para saber o que está acontecendo no mundo.

A chamada geração Z, da qual fazem parte os entrevistados, passa em média 9 horas por dia em mídias de entretenimento, consumindo também notícias. Mas não é no jornal de papel, na TV ou mesmo nos sites que eles se informam, e sim nas redes sociais.

O alto índice de escolha do Snapchat e do Twitter como fonte de notícias entre os mais jovens pode ser explicado, em partes, pelo surgimento do recurso Discover, do Snapchat. Lá, temas de grande interesse e principais acontecimentos do momento são exibidos diariamente em um compilado. Recurso semelhante também aparece no Twitter, que reúne os principais tweets sobre temas relevantes.

Riscos
Usar as redes sociais como fonte de consumo de notícias pode trazer benefícios, mas também há riscos. Enquanto a velocidade e a acessibilidade às notícias é um facilitador, o fato de qualquer pessoa conseguir postar informações para o público, sem antes garantir a veracidade dos fatos, pode trazer falsas notícias ou até informações mal interpretadas, que rapidamente são compartilhadas entre os usuários.

Apesar de estarem cientes dos riscos, os adolescentes afirmam que não têm medo de divulgar notícias falsas entre seus amigos.

Via TechInsider

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ