Google diz que continua 'comprometido' com o Chrome OS

O Chrome OS e o Android vão virar uma coisa só sob o nome do Android? Se os rumores fortíssimos que surgiram na noite de quinta-feira estiverem certos, sim. No entanto, o Google não gostou da circulação desta informação e se prontificou a reafirmar seu compromisso com o sistema baseado no Chrome.

Hiroshi Lockheimer foi ao Twitter para divulgar a mensagem abaixo. Ele é o vice-presidente de Android e Chrome OS no Google e seria a pessoa que, em tese, iria liderar a fusão entre as duas plataformas.

“Os Chromebooks estão crescendo rápido e estamos muito comprometidos com o Chrome OS. Eu acabei de comprar dois para os meus filhos para trabalhos da escola”, ele diz.

Contudo, é importante observar que “comprometimento” é uma coisa; dizer que os rumores são infundados é outra completamente diferente. Como observa o Ars Technica, há muitos Chromebooks e Chromeboxes no mercado, e afirmar que o Chrome OS não seria mais suportado causaria o declínio imediato em vendas.

Dito isso, depois da informação inicial do Wall Street Journal, começaram a surgir outras notícias sobre o assunto que dizem que o Chrome OS não vai morrer. O que estaria para acontecer, na verdade, é o nascimento de um terceiro sistema, que é a fusão do Chrome OS e do Android. Todos os três continuariam recebendo suporte.

Só o tempo dirá o que realmente acontecer. Os rumores indicam que a fusão entre Chrome OS e Android pode ser apresentada já em 2016, durante o Google I/O, que normalmente acontece próximo ao meio do ano (nos últimos anos aconteceu em maio ou junho), com lançamento para 2017.

Via Ars Technica 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ