Google Glass é renomeado internamente e dá lugar ao "Project Aura"

O Google Glass nunca foi realmente um produto para o consumidor comum, e a empresa nunca escondeu que o protótipo que vendia era apenas para testes e para receber comentários construtivos. No entanto, o produto ganhou fama ruim. Aparentemente, sabendo deste problema, o Google decidiu rebatizar o Glass, conhecido agora internamente como Project Aura.

O nome foi escolhido internamente nos últimos três meses, e já é possível encontrar vários funcionários da empresa que incluíram o projeto em seu perfil no LinkedIn. Alguns deles chegaram a citar que o projeto em que estão trabalhando envolvem o “Google Glass e mais”, enquanto outro descreveu o trabalho como “criar dispositivos vestíveis legais”.

O Glass, agora Project Aura, também foi responsável por uma nova onda de contratações. Três engenheiros da finada divisão de pesquisas da Amazon, o Lab126, e um ex-engenheiro da Apple, que se uniram à equipe entre julho e agosto.

Depois que o Google encerrou a fase de testes e deixou de vender o Glass, muita coisa aconteceu. O desenvolvimento ficou na mão de Tony Fadell, que comanda a Nest, que deixou de ser parte do Google para ser parte da Alphabet. No entanto, a operação do Glass ainda é separada da Nest.

Recentemente, também foi determinado um novo foco para o produto, voltado para empresas, fugindo do foco inicial dos óculos para o consumidor. No entanto, a equipe de Fadell deve liberar uma versão para o consumidor dentro de algum tempo.

Via Re/Code 

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ