Google Glass

Google Glass esbarra no preço e em questões de privacidade

Redação Olhar Digital 25/11/2014 15h58
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O Google deve encerrar em breve a venda de seus óculos inteligentes nas únicas quatro lojas físicas que o comercializam nos Estados Unidos e na Inglaterra. A desistência é fruto das incertezas que rondam o acessório capaz de gravar, fotografar e conectar-se à internet.

Os principais entraves para a aceitação do Google Glass são o alto preço (US$ 1,5 mil) e as polêmicas relacionadas à privacidade. Especialistas acreditam que embora seja cedo para determinar a morte do produto, é preciso rever a estratégia de mercado.

Os óculos, que já foram testados pelo Olhar Digital, podem ser úteis em áreas como medicina e engenharia, facilitando a execução de tarefas. No entanto, as vantagens ainda não parecem tão claras assim para os usuários comuns - principalmente por causa do caráter invasivo.

Apesar dos desafios, o conceito do Glass ganha força. Recentemente, surgiram rumores de que a chinesa Huawei estaria desenvolvendo uma versão mais barata dos óculos, utilizando material de tela mais simples que garantiria resultado similar. O problema, neste caso, é a falta de aplicativos para rodar no acessório.

 Via Wired

Google Google Glass Huawei
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você