Google prepara óculos de realidade virtual que funcionam de forma independente

Depois de lançar uma carcaça de papelão que transforma smartphones em óculos de realidade virtual, o Google estaria se preparando para um investimento mais ousado no setor.

Várias fontes da Alphabet, empresa-mãe do Google, contaram ao Wall Street Journal que a companhia trabalha no desenvolvimento de óculos que funcionam de forma totalmente independente, sem a necessidade de uma conexão com smartphone, computador ou console.

O produto seria equipado com tela, processadores de alto potencial e câmeras viradas para fora. O Google pretende usar chips da Movidius para, a partir das câmeras, rastrear a movimentação da cabeça dos usuários - outros modelos, como o Rift do Facebook, dependem da união entre o poder de processamento dos computadores e as câmeras externas para fazer isso.

Não há consenso entre as fontes sobre o lançamento do produto. Uma delas arriscou que ele pode ser lançado neste ano, mas outros foram mais cautelosos, ressaltando que ainda há um certo caminho a ser percorrido até que os óculos estejam prontos; então pode ser que sejam lançados só em 2017.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ