Google remove aplicativo do Talibã da Play Store

O Google retirou de circulação um aplicativo criado por integrantes do grupo Talibã da Play Store. Segundo a empresa, o “Pashto Afghan News” continha linguagem ofensiva e discurso de ódio, o que não é permitido pelos termos da companhia. A remoção ocorreu dois dias após o app estrear na plataforma de vendas.

O programa permite que os usuários acessem sites ligados ao grupo político e que estão disponíveis em cinco idiomas, incluindo inglês e árabe. O objetivo da ferramenta é ajudar o grupo a competir com o Estado Islâmico no recrutamento de pessoas interessadas na causa defendida.  

Mesmo com a agilidade do processo, a inclusão do programa na loja, ainda que por pouco tempo, levanta questões sobre os métodos de análise para avaliar se um aplicativo pode ou não fazer parte do catálogo da Play Store.

Para a Bloomberg, Zabihullah Mujahed, porta-voz do grupo, esclareceu que o programa foi retirado por conta de “problemas técnicos”. Já ao The Guardian, o Google afirmou que não comenta casos específicos e disse que o aplicativo foi removido por não respeitar as políticas da empresa.  

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ