Flash

Google vai deixar de indexar conteúdo Flash em suas pesquisas

Clara Guimarães, editado por Matheus Luque 29/10/2019 13h31
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Empresa afirma que a página da web continuará a ser exibida, apenas conteúdos Flash não aparecerão na pesquisa do Google

Com o fim do suporte para Adobe Flash programado para os últimos meses de 2020, o Google começa a desencorajar o uso do reprodutor de multimídia. Agora, Dong-Hwi Lee, gerente de engenharia da empresa, afirmou que a pesquisa do Google, em breve, deixará de indexar conteúdo Flash.


A própria página da web será indexada e todo o conteúdo não Flash também será exibido nos resultados da pesquisa, portanto, você não precisa se preocupar com o desaparecimento repentino do seu site antigo. Lee afirma que "a maioria dos usuários e sites não sofrerão nenhum impacto com essa alteração".

A data de vencimento iminente do Flash, juntamente com as preocupações de segurança bem documentadas pertinentes a ele, resultou na maioria dos navegadores bloqueando o conteúdo do Flash já há um tempo.

Google, Microsoft, Mozilla e Apple removerão completamente a capacidade de executar conteúdo em Flash em seus navegadores até o fim de 2020. Em breve, pode ser difícil lembrar que já houve uma plataforma para conteúdo interativo da web antes do HTML5.

Via: Android Central

Microsoft Google Flash Apple Adobe Pesquisa Mozilla HTML5 suporte
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você