Homem cobra Apple após desenvolver alergia ao iPhone 6

Mark Watson, 37 anos, é um ávido consumidor dos produtos da Apple. Ao fazer o upgrade para o iPhone 6 no início deste ano, ele só não esperava que o celular o trouxesse uma grave reação alérgica. Agora, ele exige uma compensação da empresa americana por conta dos transtornos.

Após comprar o aparelho, Watson começou a notar manchas vermelhas, acompanhadas de uma coceira incessante, em diferentes regiões da perna. Ao consultar um médico, o britânico descobriu que a origem da reação alérgia era uma grave sensibilidade ao elemento químico níquel, presente em grande quantidade no iPhone 6.

"Eu nunca tive alergia a níquel na minha vida. Você simplesmente não espera ser alérgico ao seu próprio celular", disse Watson ao site britânico Mirror. "Fiquei preocupado que pudesse ser um problema de saúde mais grave. Agora não saio mais com meu iPhone quando vou ficar muito tempo fora. No trabalho, tenho que deixá-lo em cima da mesa".

Watson não fala em processo, mas quer uma compensação financeira ou um outro smartphone. Segundo ele, a Apple respondeu que a possibilidade de reações alérgicas é mencionada no manual e no contrato de termos e condições do produto, e que, por isso, não poderia fazer nada. "Quando procurei no site deles pela palavra 'níquel', não apareceu nada. Eles precisam esclarecer isso", diz o britânico.

Via Mirror

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ