Homem processa o Google em US$ 5 bilhões

Norte-americano alega que o nome Google fere sua privacidade e auxilia terroristas

Dylan Stephen Jayne, um morador do estado da Pensylvania, nos EUA, está processando o Google em US$ 5 bilhões por “colocar sua segurança pessoal em risco, crimes contra a humanidade e auxílio ao terrorismo”. O motivo? Ele alega que o nome Google é na verdade o número de seu seguro social (equivalente norte-americano à nossa previdência), espelhado e codificado por um método que detalha em seu processo.

 

Ao divulgar esta informação, o Google estaria infringindo o direito de Dylan à privacidade e auxiliando terroristas, que poderiam usar seu número de seguro social para se passar por ele e cometer atos contra os EUA. Quem deu entrada no processo, composto por 23 páginas escritas a mão, foi o próprio Dylan, que pede também, além do dinheiro, segredo de justiça sobre os detalhes do processo e a negação de qualquer apelo por parte da empresa.

 

O Google não se pronunciou sobre o processo, mas as chances de que Dylan, que já tem passagem pela polícia por agressão, consiga qualquer coisa além de seus 15 minutos de fama são mínimas.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ