Huawei lança smartphone com câmera tripla de 40 megapixels e outro com 512 GB

A marca chinesa Huawei anunciou nesta terça-feira, 27, nada menos do que três smartphones. São eles o P20, o P20 Pro, que se destaca por vir com câmera tripla, e o Porsche Design Mate RS, primeiro do mundo com 512 GB de memória interna.

Começando pela dupla P20 e P20 Pro. O primeiro é um top de linha mais acessível com tela IPS LCD de 5,8 polegadas e proporção 18,7:9; processador Kirin 970 octa-core de até 2,4 GHz; 4 GB de RAM e 128 GB de memória interna.

Na parte de trás ele vem com duas câmeras: uma de 12 MP com lente de ângulo aberto e abertura de f/1.6, com estabilização óptica e pixels de 1.55µm; e outra de 20 MP, monocromática, também com abertura de f/1.6.

Juntas, as duas câmeras reproduzem aquele efeito de profundidade em que o segundo plano fica borrado e o primeiro plano fica em destaque, além de zoom óptico de duas vezes e diversos recursos de edição de imagem.

Na parte frontal há uma câmera de 24 MP e abertura de f/2.0 para selfies que também consegue reproduzir o efeito de profundidade. A câmera fica localizada em um entalhe que recorta o centro da tela, parecido com o iPhone X.

Mas como bem notou o The Verge, é possível esconder a franja colocando uma barra de status no topo da tela pelo menu de configurações do aparelho. Assim, o smartphone perde o entalhe visível e espaço de tela, e faz a borda superior parecer maior.

Por fim, o P20 vem com bateria de 3.400 mAh, possui um leitor de impressões digitais abaixo da tela e um sistema de reconhecimento facial básico. Ele custa 649 euros, equivalente a pouco mais de R$ 2.680 em conversão direta.

Reprodução

Huawei P20 Pro

O modelo "Pro", como o nome sugere, traz uma série de upgrades em relação ao P20 "normal". Começando pela tela, que é de 6,1 polegadas, e que aqui é AMOLED em vez de LCD, com resolução FHD+ e proporção de 18,7:9, como o outro P20.

Por dentro, a diferença é mais nítida. O celular tem 6 GB de RAM, além dos mesmos 128 GB de memória interna e processador Kirin 970. Na parte de trás é onde está o destaque: o P20 Pro tem nada menos do que três câmeras traseiras.

Um dos sensores é de 40 MP com abertura de f/1.8; o outro é de 20 MP, monocromático, com abertura de f/1.6; e o último é um de 8 MP, lente telefoto, com abertura de f/2.4. Juntas, as três câmeras permitem zoom óptico de até três vezes.

A mesma câmera de selfie do P20 está no P20 Pro, com 24 MP. Para sustentar tudo isso há uma bateria de 4.000 mAh. O leitor de digitais continua abaixo da tela e ele vem com reconhecimento facial igual ao do modelo menor.

O P20 Pro custa 899 euros, equivalente a R$ 3.715 em conversão direta.

Porsche Design Mate RS

Reprodução

Por fim, continuando sua parceria com a montadora Porsche, a Huawei anunciou o Porsche Design Mate RS, o primeiro smartphone do mundo com 512 GB de memória interna, que já era esperado graças a alguns vazamentos na imprensa recentes.

O Porsche Design Mate RS também tem uma câmera tripla como a do P20 Pro, mas não possui "franja" na tela como a do iPhone X. Além disso, ele tem dois leitores de impressões digitais: um integrado à tela AMOLED e outro na traseira.

A câmera tripla é a mesma de 40 MP, 20 MP e 8 MP do outro celular, incluindo o zoom óptico de três vezes. Por dentro, ele também é igual ao P20 Pro, com processador Kirin 970 e 6 GB de RAM. A memória interna possui opção de 256 GB além de 512 GB.

A bateria também é a mesma, de 4.000 mAh, assim como a câmera frontal de 24 MP. O Mate RS custa 1.695 euros, equivalente a quase R$ 7.000 em conversão direta, com 256 GB. O modelo com 512 GB custa mais de 2.000 euros, que é mais de R$ 8.000.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ