IBM triplica poder de processamento de supercomputador

Bue Gene/P opera acima de 3 petaflop, três vezes mais que seu antecessor

A IBM demonstrou o Blue Gene/P, a segunda geração de supercomputadores mais poderosos do mundo, que praticamente triplica o desempenho de seu antecessor, o Blue Gene/L, atualmente o mais rápido do mundo. A máquina foi projetada para operar continuamente em uma velocidade que excede um petaflop, ou um quatrilhão de operações por segundo. Ela é 100 mil vezes mais veloz que um computador residencial e pode processar mais operações em um segundo do que uma pilha de laptops de 2,4 mil metros. O Blue Gene/P pode ser configurado para atingir velocidades superiores a três petaflops, um nível de desempenho que muitos pensavam ser inatingível há poucos anos. A máquina ultrapassa os outros sistemas e alcança um nível que permite à ciência e à supercomputação comercial tratarem de problemas vitais como nunca foi possível antes, como por exemplo, modelar um órgão humano inteiro para determinar interações com drogas. Os pesquisadores podem executar simulações de testes clínicos em 27 milhões de pacientes em uma tarde, usando apenas uma pequena parte da capacidade total da máquina.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ