Implante captura células cancerosas e pode frear metástase

Cientistas da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, desenvolveram um implante que pode capturar células cancerosas que se deslocam pelo corpo para infectar outros órgãos. O processo, chamado de metástase furtiva, é geralmente detectado tarde demais para salvar a vida do paciente.

Em testes realizados com ratos em laboratório, o implante, feito de biomaterial, foi capaz de capturar células metásticas."Combinamos isso a um sistema de análise de imagens que nos permite perceber a presença de células cancerígenas no implante, o que nos ajuda a detectar de maneira precoce a metástase", explica Lonnie D. Shea, um dos responsáveis pela pesquisa.

De acordo com o estudo, a captura de células tumorais circulantes (CTC) pode acelerar o diagnóstico e tratamento da doença. "O benefício é a detecção inicial - travando a metástase antes que se espalhe amplamente em todo o corpo", explicou.

Para a próxima fase, o método deve ser testado em humanos. "A idéia principal de células e órgãos colonizadores é a mesma entre ratos e seres humanos, mas precisamos fazer alguns ajustes", afirma o pesquisador.

Via Discovery

 

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ