Ingleses prometem multiplicar a capacidade de nossos discos rígidos

Nova tecnologia poderá armazenar até cinco vezes mais informações no mesmo espaço.

Pesquisadores no Laboratório Nacional de Física em Teddington, na Inglaterra, conceberam uma nova tecnologia na confecção de cabeças de leitura e gravação de dados para discos rígidos que pode levar a um salto significativo na capacidade de armazenamento em nossos computadores. Graças a um novo design, os discos poderiam atingir densidades de até 1 terabit (125 gigabytes) por polegada quadrada, contra os 200 gigabits (25 gigabytes) atuais. As novas cabeças seriam feitas com um sete camadas de diferentes materiais que, juntos, exibem propriedades magneto-elétricas que possibilitam uma forma mais simples e direta de leitura das informações no disco. A velocidade de leitura também seria muito superior, de cinco a dez vezes a atual. Os pesquisadores agora trabalham em formas de viabilizar a produção de um protótipo da tecnologia, que não tem data para chegar ao mercado.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ