Logo Olhar Digital

Intel aposta em WiMax

Redação Olhar Digital 04/06/2008 12h14
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Multinacional confirma investimentos pesados

wimax

Nos planos da empresa está a instalação de redes WiMax em todos os grandes países do mundo. Alguns bilhões de dólares já foram gastos e, segundo fontes da empresa, muitos outros ainda estão por vir. Um exemplo será o aporte de 1 bilhão de dólares anunciado para a operadora ClearWire, nos Estados Unidos.

Na visão da Intel, o WiMax vai revolucionar o modo como as pessoas se conectam à Internet. Teoricamente, o sistema permite que regiões inteiras sejam cobertas com poucas antenas (na verdade, uma antena atende um raio de até 50 km). Mais que isso, na modalidade móvel do WiMax, os usuários poderão ter o mesmo tipo de acesso oferecido pelas redes celulares. Ou seja, você poderá permanecer conectado mesmo em movimento, com o seu notebook dentro de um carro, por exemplo.

O WiMax enfrenta grandes inimigos, no entanto. Por um lado, os diferentes marcos regulatórios dos países, por outro, o sistema ainda não foi extensivamente testado na prática. Algumas experiências, como as realizadas na cidade de Parintins, no Amazonas, mostraram-se muito promissoras, mas ainda faltam mais comprovações. Por outro, há a dúvida em relação às redes 3G de telefonia celular: as duas não prometem coisas parecidas?

No Brasil, a Embratel já opera redes WiMax para o mercado corporativo em várias capitais, e, no segundo semestre, o mercado deve ganhar novo impulso, com a chegada dos notebooks Centrino 2 - que prometem capacidade de conexão tanto às redes Wi-Fi, quanto às redes WiMax.

Notebooks Internet Intel Laptops Computadores Mercado WiMax 3G Wi-Fi
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você