Internet no espaço é até 450 vezes mais lenta que na Terra

A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou na última semana que pretende levar a banda larga de alta velocidade ao espaço em 2018. Atualmente, a internet fora da Terra tem uma velocidade de 228 kbps, parecida com a que existia nas residências em 2005.

A lentidão acontece porque as ondas de rádio que transportam os dados têm que viajar grandes distâncias até alcançar o seu destino, o que resulta num um significativo atraso antes de qualquer dado ser enviado ou recebido. Essa é, inclusive, uma das principais reclamações dos astronautas.

Até 2018 a ESA promete que a velocidade será igual à de uma rede de fibra óptica das principais cidades do mundo, atingindo uma velocidade de até 75 Mbps. Em vez de construir uma nova antena, a agência está reformando três já existentes que ficam na Austrália, na Espanha e na Argentina. Inicialmente, os novos esquemas de codificação e modulação dos sinais existentes permitrão uma comunicação 10 vezes mais rápida durante a próxima missão, realizada em Marte.

Via TheGuardian

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ