Chairman do Google defende direito ao esquecimento na internet

Para Eric Shmidt, erros cometidos no passado não devem assombrar o futuro

Marcelo Gripa 06/05/2013 17h10
Eric Schmidt
A A A
O lema "uma vez online, sempre online" desagrada ao chaiman do Google, Eric Shmidt. Em palestra na  Universidade de Manhattan, nos EUA, ele pediu que a internet tenha uma espécie de 'botão de delete' para sumir com registros indevidos ou constrangedores. "Há situações em que apagar é a coisa certa a fazer", disse.

O executivo defende que nem todas as histórias precisam ser mantidas online para sempre. Um jovem que pagou por um crime cometido no passado não pode ser prejudicado no futuro quando for em busca de emprego, justifica Schmidt. Segundo ele, além do mais, a América cultiva um "senso de justiça" que deve ser preservado. 

Jared Cohen, diretor do Google Ideas, também esteve presente no evento e adiantou que no futuro  um ecossistema protegerá e monitorará as imagens de cada pessoa na internet. No entanto, Schmidt garante que nem o avanço da 'computação vestível', termo que classifica o Google Glass e os relógios inteligentes, comprometerá a privacidade dos usuários.

Com informações da Cnet.

 

 

Google Buscadores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você