Jovem pode pegar mais de 40 anos de prisão por facilitar acesso a torrents

Um jovem de 22 anos pode encarar até 44 anos de prisão no Reino Unido por supostamente ajudar usuários da região a contornar o bloqueio digital do país sobre sites de torrent. Trata-se da primeira vez em que um internauta é acusado por ajudar outros usuários a evitar o bloqueio.

Em 2014, Callum Haywood, então com 20 anos, foi preso pela polícia municipal de Londres por conta de seu envolvimento com diversos sites de proxy para sites de torrent. Esses sites eram listas de “cópias” de sites como o Pirate Bay e o Kickass Torrents, que não podiam ser acessados diretamente no Reino Unido. As cópias, por sua vez, continuam acessíveis para esses usuários.

Na ocasião, Haywood foi interrogado e depois solto após pagar uma fiança. No entanto, na semana passada a Unidade de Crimes de Propriedade Intelectual da Polícia (PIPCU na sigla em inglês) divulgou formalmente as acusações.

O jovem responderá por uma acusação de converter e/ou transferir propriedade roubada, e por seis acusações de posse de artigo para uso em fraudes. Caso seja declarado culpado por todas elas, ele poderá pegar até 44 anos de cadeia.

Reprodução 

Proxies

Dentre os sites com os quais Haywood estava envolvido, um dos principais relacionados à investigação é o Immunicity. Esse site permitia que seus usuários roteassem seu tráfico por meio de uma rede proxy e, com isso, evitassem o bloqueio regional a sites de torrent.

Haywood também estava conectado ao pirateverse.info, uma lista de proxies do Pirate Bay, que linkava uma série de “cópias” do site que podiam ser acessadas mesmo por usuários do Reino Unido. Ele também havia se envolvido na manutenção de duas listas semelhantes de proxies do site Kickass Torrents.

Mesmo que o bloqueio contra sites de torrent não seja aplicável a todos os provedores de internet do Reino Unido, a polícia considerouu que Haywood ajudou internautas a desrespeitarem uma decisão da Corte Superior do Reino Unido (que instaurou o bloqueio). Ao TorrentFreak, o jovem declarou que não fez nada de errado. Uma audição preliminar sobre o caso está marcada para acontecer no dia 21 de abril

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ