Liga do futebol inglês pede ao Google que tire do ar o Facebook

O Google recebe, regularmente, centenas de milhares de pedidos oficiais para que certas páginas sejam excluídas dos seus resultados de busca. Isso geralmente acontece quando alguém ou alguma empresa quer tirar do ar boatos, notícias negativas ou apenas serem "esquecidos" pela internet.

Nesta semana, a federação que administra a Premier League - espécie de "primeira divisão" do futebol britânico - apresentou um pedido incomum ao Google. A organização pediu que seja tirado do ar o Facebook, apenas a maior rede social do mundo com mais de 1 bilhão de usuários cadastrados.

O motivo? A Premier League acredita que o Facebook está ajudando a distribuir ilegalmente material protegido por direitos autorais. O pedido veio junto a uma lista de outros sites e páginas que fornecem streaming pirata de jogos do campeonato inglês.

O Google avaliou o pedido e, naturalmente, não concordou em tirar o Facebook de seus resultados de busca. A inclusão da rede social nessa lista de sites, porém, pode muito bem ter sido um engano. Isso porque o pedido oficial de remoção partiu de uma empresa chamada NetResult, representando a Premier League.

Como explica o site TorrentFreak, é provável que essa empresa tenha coletado essas URLs com base em um algoritmo que rastreia todas as páginas distribuindo jogos da Premier League de maneira não-oficial. Assim, o endereço do Facebook pode ter caído ali e não foi checado por um auditor antes que o pedido fosse encaminhado ao Google.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ