Loja da Apple é acusada de racismo após expulsar estudantes negros

A Apple teve de se desculpar com seis estudantes negros que foram impedidos de permanecer em uma loja da empresa em Melbourne, na Austrália.

Em um vídeo publicado no Facebook é possível ver o momento em que o funcionário explica que todos precisam sair porque a segurança teme que eles roubem algum produto.

“Esses rapazes [da segurança] estão um pouco preocupados com a sua presença na nossa loja. Eles temem que vocês talvez roubem alguma coisa”, diz ele. Quando os estudantes protestam, o funcionário os interrompe: “Fim de discussão, eu preciso pedir que vocês saiam da nossa loja.”

Segundo reporta o The Guardian, o diretor da escola onde os garotos estudam os acompanhou à loja para procurar o gerente, que se desculpou. Pelo Facebook, Mohamed Semra, uma das vítimas do ocorrido, confirmou: “Eles se desculparam, então estamos tranquilos, não há necessidade de levar isso adiante.”

Khalid Breezy, Petros Smalls, Deebo Ater Abdulahi Haji Ali Mohamed, Andy Gambino Nelson Mahad MohamudSimply Racism, made them apologise tho

Posted by Francis Ose on Tuesday, November 10, 2015

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ