Lua pode servir de backup para a humanidade

Dentro de alguns anos a Lua pode se tornar um grande backup da humanidade, onde ficarão guardadas informações importantes sobre as pessoas que habitam o planeta Terra.

Uma dessas iniciativas se chama Torah on the Moon, que pretende levar um pergaminho manuscrito com os principais textos judaicos para o satélite da Terra. Caso a missão dê certo, será feita a mesma coisa com as escrituras hindus Vedas e com o trabalho filosófico chinês I-Ching.

Esse material se juntaria à Bíblia que, sob polêmica, foi deixada na Lua em 1971 pelo comandante da Apollo 15, David Scott. Os documentos viajarão dentro de uma sonda construída pela SpacelL, de Israel, e serão armazenados numa cápsula resistente a radiação e variações de temperatura que permaneceria intacta por 10 mil anos.

De acordo com reportagem da New Scientist, a organização por trás do Torah on the Moon fica em Tel Aviv e busca parceiros privados para tocar a ideia. É preciso algo entre € 12 milhões e € 15 milhões, que seriam obtidos por financiamento. Eles também estão de olho no concurso do Google que pagará US$ 20 milhões aos primeiros que conseguirem pousar na Lua e fazer imagens da Terra.

O prêmio do Google atraiu 18 iniciativas privadas. Falamos sobre uma delas aqui no Olhar Digital: uma empresa japonesa de bebidas que deseja fazer propaganda na Lua.

Não é só a religiosidade que desperta a ideia de transformar o satélite natural em local de armazenamento. Segundo a New Scientist, tem gente querendo levar amostras do genoma humano e animal, obras de arte, entre outras coisas que possam preservar a humanidade, em caso de uma catástrofe.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ