Microsoft desiste de produzir sua pulseira fitness

Mais um sinal de que a Microsoft está voltando atrás em suas pretensões de hardware: a empresa desistiu de produzir e vender as suas pulseiras inteligentes para exercícios, a Microsoft Band. A empresa diz ter vendido todo o inventário e não tem planos de lançar um novo modelo por enquanto.

A empresa liberou o seguinte comunicado à jornalista Mary Jo Foley, do ZDNet:

“Vendemos todo nosso estoque da Band 2 e não temos lanos de lançar outra Band neste ano. Nós nos mantemos comprometidos a suportar os consumidores da Microsoft Band 2 por meio das nossas lojas e dos canais de suporte aos consumidores e continuaremos a investir na plataforma Microsoft Health, que é aberta a todos os parceiros de hardware e apps no Windows, iOS e Android”.

O fato não chega a ser uma surpresa. O produto nunca foi sucesso de vendas, mesmo sem se restringir ao ecossistema Microsoft. Havia críticas sobre interface, bateria, e formato desconfortável da pulseira.

O que realmente chama a atenção é ver mais uma desistência da Microsoft no setor de hardware e mobilidade. A companhia ainda não confirmou, mas também não deve mais lançar smartphones Lumia, guardando seus esforços em mobilidade para o especulado “Surface Phone”. Além disso, o Surface só começou a vingar quando a empresa começou a deixar de lado o formato de tablet para se aproximar mais de um laptop híbrido.

Isso também se mostra nos novos esforços da companhia. No ano passado, a linha Surface ganhou um laptop mais convencional (o Surface Book) e neste ano deve ganhar um PC tudo-em-um, se os rumores estiverem corretos. Mostra que a empresa está tentando ganhar espaço de hardware em um setor onde já domina em software, que são os PCs.

Via ZDNet

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ