Morre Tony Dyson, o engenheiro que construiu o R2-D2 de 'Star Wars'

Morreu na madrugada desta sexta-feira, 4, o engenheiro britânico Tony Dyson, aos 68 anos. Foi ele quem construiu a primeira unidade de R2-D2, o droide de navegação usado na trilogia original da saga "Star Wars". Segundo familiares, ele teria morrido de causas naturais.

Dyson desenvolveu oito unidades do droide baseadas em designs do artista conceitual Ralph McQuarrie, incluindo múltiplas versões movidas por controle remoto, duas para que o ator Kenny Baker pudesse vestir e operar por dentro, e uma "descartável", pronta para cair nos pântanos do planeta Dagobah em "O Império Contra-Ataca".

Antes de se juntar à Lucasfilm, Dyson trabalhava em uma fábrica de brinquedos infantis; após o primeiro filme, ele ainda colaborou com a produção de "007 Contra o Foguete da Morte" (1979) e "Superman II" (1980), como supervisor de efeitos visuais. O R2-D2 que aparece em "Star Wars: O Despertar da Força", lançado no ano passado, foi construído por membros do fã-clube que Dyson fundou nos anos 1970.

Via iO9

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ