xEMU - novo traje da Nasa para missões lunares

Nasa apresenta novo traje espacial para ir à Lua em 2024

Sofia Aureli, editado por Cesar Schaeffer 16/10/2019 11h33
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Modelo aparenta ser mais flexível do que os antigos, fornecendo mais mobilidade para as pernas e permitindo torcer e dobrar na região da cintura

Na terça-feira (15) a Nasa apresentou seu novo projeto de trajes espaciais, o xEMU. Os trajes serão usados para viagens à superfície lunar. As roupas ainda estão em desenvolvimento, mas a agência afirma que elas estarão prontas para manter astronautas vivos no espaço em 2024 – prazo final para a agência espacial enviar humanos para a Lua.


Conhecido como xEMU, a nova geração de trajes se baseia no modelo utilizado na Estação Espacial Internacional (ISS), atualizando-os para que os astronautas possam viver e trabalhar na Lua. Entre os diferenciais está a sua mobilidade, que foi demonstrada durante uma apresentação da roupa feita na sede da Nasa, em Washington. O modelo aparenta ser mais flexível do que os antigos, fornecendo mais mobilidade para as pernas e permitindo torcer e dobrar na região da cintura.

O xEMU também atenderá uma grande variedade de tamanhos, seja pelos diferentes modelos como também pelo recurso ajustável no ombro, que facilita sua adaptação à diversos corpos. Antigamente, os trajes possuíam modelos limitados, restringindo quem poderia fazer caminhadas espaciais na ISS. Isso aconteceu em março deste ano, quando a Nasa teve que adiar sua primeira caminhada espacial feminina devido ao tamanho e disponibilidade da roupa.

Reprodução

O design do xEMU foi baseado nas lições aprendidas durante as missões Apollo. É o caso da poeira lunar, que por ser extremamente fina entrava com facilidade nos modelos antigos. Para driblar o problema, a agência espacial desenvolveu um modelo sem zíperes e cabos, além de manter selados os principais componentes. A Nasa também afirmou que o traje pode suportar temperaturas extremas da superfície lunar, operando entre 250 e -250 graus Fahrenheit.

Apesar de impressionantes, ainda há muito trabalho a ser feito antes que estas roupas estejam prontas para caminhadas na Lua. A Nasa tem outra grande revisão do design planejado para 2021, seguido de uma bateria de testes que inclui colocá-lo dentro de uma câmara de vácuo para simular o ambiente lunar.

Caso os testes tenham um bom desempenho, será hora de enviar o xEMU para o espaço. A Nasa planeja lançar um desses trajes espaciais para a ISS nos próximos dois anos, onde um astronauta vestirá o conjunto para uma caminhada. Porém, mesmo que a agência espacial falhe neste teste, não significa necessariamente o fim de seu uso no espaço.

Reprodução

"Vamos tentar colocar o traje a bordo da estação espacial o mais rápido possível, para obter dados antes de descermos à Lua, mas não é um requisito", afirmou Chris Hansen, engenheiro chefe da Estação Espacial Internacional. "Estamos confortáveis o suficiente com o design para que, por algum motivo, um desses cronogramas fracasse, não seja necessário irmos à estação espacial”, concluiu.

O negócio de produção de roupas não está na agenda da Nasa e por isso, depois da viagem à Lua em 2024, a agência pretende entregar a produção da roupa para o mercado de vestes espaciais. “Isso é muito melhor para a indústria. Queremos que eles inovem. Queremos que eles descubram como montar nossos trajes de forma mais barata e rápida, além de fornecê-los a entidades comerciais”, afirmou Hansen.

Via: The Verge

Nasa Lua missão espacial ISS Estação Espacial Internacional
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você