kepler-452b

NASA encontra o planeta mais parecido com a Terra até agora

Renato Santino 23/07/2015 15h10
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A missão Kepler da NASA, que procura exoplanetas (planetas fora do nosso Sistema Solar) que possam conter vida, chegou a mais uma descoberta. A agência anunciou nesta quinta-feira, 23, que encontrou um planeta de tamanho similar à Terra na zona habitável ao redor de um astro como o Sol.

O Kepler-452b, como foi batizado, é o menor planeta descoberto até hoje na zona habitável de uma estrela de tipo G2, como é o nosso Sol. A região habitável é definida pela área em que é possível haver água líquida na superfície de um planeta.

Em diâmetro, o Kepler-452b é cerca de 60% maior do que a Terra. Ele orbita a estrela Kepler-452, com um ano de 385 dias, apenas 20 dias a mais do que a órbita terrestre ao redor do Sol. A NASA estima que o astro seja bem similar ao nosso Sol, com aproximadamente o mesmo tamanho e temperatura, mas com 20% a mais de brilho. A estrela também é 1,5 bilhão de anos mais velha do que a nossa, totalizando cerca de 6 bilhões de anos.

Veja a comparação:

Reprodução 

Jon Jenkins, chefe de análise de dados da NASA e líder da pesquisa que descobriu o Kepler-452b, se mostrou empolgado com a descoberta. “É admirável considerar que um planeta passou 6 bilhões de anos na zona habitável de sua estrela, mais do que a Terra. É uma oportunidade substancial para o surgimento de vida, contanto que haja os ingredientes e condições para isso existam no planeta”, afirma em comunicado.

Apesar de empolgante, a descoberta está longe de significar uma nova casa para a humanidade. O planeta está a 1,4 mil anos-luz do nosso Sistema Solar, o que significa que, viajando à velocidade da luz, só seria possível chegar até ele depois de 1,4 mil anos.

“Você e eu não poderemos viajar para estes planetas, mas talvez os filhos dos filhos dos nossos filhos poderão”, afirma Jenkins.

A descoberta também não é a primeira do programa Kepler. No ano passado, pesquisadores da NASA também encontraram o Kepler-186f, também em uma zona habitável. A diferença é que o planeta encontrado no ano passado orbita uma anã-vermelha, enquanto o Kepler-452 é um astro muito mais parecido com o Sol.

A sonda Kepler foi lançada em 2009, com o objetivo claro de encontrar a “Terra 2.0”, buscando planetas similares ao nosso pela Via Láctea. Até agora, ela catalogou 4.696 candidatos a exoplaneta, sendo que, após análise, 1.030 deles tiveram sua existência confirmada. Junto com outros esforços, já foram catalogados 1.927 planetas além do nosso Sistema Solar.

Nasa Ciência Terra espaço
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você