NASA quer colonizar Marte até 2030

A NASA pretende colonizar Marte nos próximos 15 anos. Um relatório divulgado pela agência nesta sexta-feira,9, traz detalhes sobre a missão, que deve levar seres humanos para viver no planeta até 2030. "Embora distante, Marte é um objetivo ao nosso alcance. Estamos mais perto de enviar seres humanos à Marte do que em qualquer momento da história da NASA", afirma o documento.

O comunicado, entitulado 'Jornada para Marte' detalha os planos da agência: "Queremos que as pessoas trabalhem e aprendam a manter uma vida sustentável fora da Terra por longos períodos. Qualquer viagem para Marte vai levar muitos meses, e um retorno precoce não é uma opção. Viver e trabalhar no espaço requer aceitar os riscos", explica a agência.

Reprodução

Marte

O relatório explica que Marte é a próxima fronteira tangível para o ser humano. Descobertas recentes também mostram a presença de água congelada na superfície. "Marte já teve condições adequadas para a vida".

Para chegar até lá, a ideia é que os cientistas se desloquem ao espaço Cislunar, que fica ao redor da Lua, seguindo para o destino final. A NASA afirmou ainda que as colônias devem ser construídas com a impressão 3D. Serão três etapas:

1. Pesquisas a bordo da estação espacial internacional - os cientistas estão testando tecnologias que garantam a existência e buscam maneiras de superar os problemas de saúde que os humanos poderiam desenvolver.

2. A previsão é de que a segunda etapa aconteça por volta de 2020. As equipes analisarão amostras de objetos espaciais de regiões mais profundas do espaço

3. A terceira parte diz respeito propriamente à colonização. De acordo com a NASA, as primeiras colônias vão testar quão bem as pessoas conseguem utilizar os recursos do planeta vermelho.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ