Nissan acredita que Google e Uber subestimam a indústria automobilística

Construir carros pode não ser tão simples como as empresas de tecnologia estão imaginando. Pelo menos isso é o que pensa Masrten Sierhuis, especialista em inteligência artificial que vem desenvolvendo veículos autônomos para Nissan.

Em evento realizado nessa quarta-feira, 7, nos Estados Unidos, pelo Re/code o executivo disse que as empresas de tecnologia estão subestimando a indústria automobilística. “Eu não vejo necessariamente um Google ou uma Uber desenvolvendo seus carros. Será um mercado diferente para eles e provavelmente um negócio que não é lucrativo”, afirmou.

Vice-presidente da Qualcomm, Chris Borroni-Bird estava no evento e concordou com Sierhuis. Borroni-Bird, que já trabalhou com a General Motors, disse que é mais provável que empresas de tech se deem melhor cuidando de softwares que serão incluídos nos carros de outras companhias.

“As companhias de carro aprendem tremendamente com TI em termos de computação”, disse o VP da Qualcomm, que acrescentou: “Os cérebros por trás dos carros serão cada vez mais dirigidos pelas empresas de tecnologia.”

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ