Logo Olhar Digital

Nova tecnologia permite salto gigantesco em armazenamento portátil

Redação Olhar Digital 29/10/2007 14h36
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Pendrives com terabytes de espaço serão possíveis, graças a uma equipe do Arizona

Pesquisadores da Universidade Estadual do Arizona, nos EUA, desenvolveram uma tecnologia que permitirá a produção de chips de memória de baixo custo, alta eficiência e alta capacidade, e que pode tornar possível a criação de um pendrive capaz de armazenar terabytes de dados. A técnica, chamada Programmable Metallization Cell (PMC), consiste na manipulação a nível molecular de partículas de cobre.

Segundo Michael Kozicki, diretor do centro de Nanoiônica Aplicada da Universidade e membro da equipe, chips de memória baseados em PMC custariam um décimo da memória Flash atual (cujos preços vem caindo vertiginosamente já há alguns anos) e seriam 1000 vezes mais eficientes em consumo de energia. Fabricantes de chips de memória, como Micron Technology, Qimonda e Adesto, já demonstraram interesse na tecnologia. Espera-se que os primeiros produtos cheguem ao mercado em cerca de 18 meses.

 

Gadgets
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você