Novo design pode viabilizar células de combustível em dispositivos portáteis

Arranjo cilíndrico dos componentes pode reduzir tamanho e aumentar eficiência

Ronald Besser, um professor de engenharia química no Stevens Institute of Technology em Hoboken, Nova Jersey, propôs recentemente em uma reunião da American Chemical Society um novo tipo de célula de combustível que pode finalmente viabilizar esta tecnologia em dispositivos portáteis. Em vez do arranjo atual, onde os vários elementos da célula são arranjados um sobre o outro, como um sanduíche, Ronald propõe um arranjo cilíndrico, como uma pilha, com um combustor responsável pela queima do combustível ao centro e outros elementos arranjados concentricamente ao redor. Para controlar a temperatura de cada camada, Aerogel (um isolante térmico desenvolvido pela NASA) seria usado. Plásticos avançados, e talvez cerâmica ou metal, seria usados para proteger as camadas.. Segundo cálculos do professor, uma célula cilíndrica de 20 centímetros de comprimento poderia gerar até 1.000 Watts/hora de energia por quilo, contra 150 Watts/hora por quilo em baterias tipicamente encontradas em laptops. A tecnologia de células de combustível já existe há alguns anos. O desafio atual é miniaturizá-las e reduzir seu preço o suficiente para que possam competir com as baterias tradicionais de alta capacidade.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ