Novo dispositivo do Google para TVs é exclusivo para desenvolvedores

Há algumas semanas surgiu um dispositivo do Google que parecia ser um novo modelo do Chromecast. De acordo com a FCC, órgão regulador dos Estados Unidos equivalente à Anatel brasileira, ele adicionaria o sistema operacional Android TV a TVs convencionais. Durante a Google I/O, a empresa confirmou a existência do aparelho, mas ele não é para qualquer um.

Chamado ADT-2, o dongle foi criado para auxiliar desenvolvedores interessados em criar aplicativos para o Android TV. Ele foi distribuído entre os participantes da conferência I/O gratuitamente, e o Google até preparou um formulário para desenvolvedores que não visitaram a feira e também querem um.

O ADT-2 é consideravelmente mais potente do que um Chromecast convencional. Por dentro, ele se parece um pouco com o Amazon Fire TV Stick, com um processador AMLogic 905X, 2 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno. Com isso, ele consegue reproduzir vídeos em 4K e HDR a 60 quadros por segundo.

Por rodar um sistema operacional completo, ele também é capaz de guardar e rodar versões completas de aplicativos, e não apenas transmitir informações enviadas a partir de um celular ou computador.

Mas o ADT-2 não é um sucessor do Chromecast. Ele foi criado pela divisão responsável pela plataforma Android TV, que não tem como objetivo desenvolver produtos para o consumidor final. Em vez disso, o aparelho foi criado para servir como referência para o sistema operacional, segundo o Android Police.

Pode até ser que o Google mude de ideia e lance o ADT-2 para consumidores em geral, mas no momento isso não está nos planos da empresa, que continua oferecendo uma versão do Chromecast com suporte a 4K para os interessados.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ