O Brasil não tem mais o iPhone mais caro do mundo

Um estudo realizado pelo Deutsche Bank publicado pelo portal Business Insider revelou quanto um iPhone 7 custa em 33 países diferentes. Diferentemente de modelos anteriores da Apple, o Brasil não lidera a lista do aparelho mais caro do planeta. Os azarados da vez são os turcos que pagam US$ 1.200 em cada telefone, sendo 47% mais caro do que nos Estados Unidos.

Apesar de não figurar mais no topo da tabela, o Brasil aparece em segundo lugar com o iPhone 7 custando US$ 1.115, cerca de 37% mais caro do que nos EUA. Rússia (US$ 1.086), Grécia (US$ 1.028) e Polônia (US$ 1.005) completam as cinco primeiras posições e são os únicos países em que o iPhone 7 custa mais do que US$ 1.000.

Assinado pela analista Jim Reid, o estudo levou em consideração o preço cobrado pelo iPhone 7 na versão 128 GB e alerta para o alto valor cobrado pelo telefone nesses países. “Se você estiver visitando a Turquia, Brasil, Rússia ou Grécia, saiba que o valor dos iPhones nesses países costuma ser entre 25% e 50% maior”.

Na outra ponta tabela, como de praxe, os Estados Unidos permanecem com o iPhone mais barato do planeta: US$ 815, mesmo preço cobrado no Japão. Hong Kong (US$ 821), Malásia (US$ 846) e Canadá (US$ 855) aparecem com bons preços também.

Reprodução

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ