O Vine pode estar morrendo; entenda por quê

Lançado há três anos, o Vine, app do Twitter que permite a criação de vídeos de seis segundos, tem perdido espaço para o Snapchat e enfrenta problemas para se manter relevante. Além de estacionar em seu crescimento, a plataforma sofreu importantes perdas de funcionários nos últimos quatro meses, grande parte deles nas últimas semanas.

De acordo com o site Re/Code, quase todos os "líderes de negócios ou de produtos" deixaram a empresa. Os principais produtores de conteúdo do Vine, os chamados "viners", têm migrado para outros serviços, como o Instagram, o YouTube e o Snapchat.

O Vine lançou uma atualização - a primeira grande atualização em quase um ano - oferecendo a possibilidade de anexar vídeos estendidos a um Vine. A ideia é evitar que os usuários sejam enviados para outros lugares, como o YouTube, para visualizar mais conteúdo.

O Twitter destaca que o aplicativo continua sendo "uma parte importante de sua estratégia". Ainda não está claro como a empresa planeja prosseguir com o app. Recentemente, houve rumores de que a ideia é integrar completamente o Vine, o Periscope e o Twitter, mas ainda não houve nenhum esforço nesse sentido.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ