Opera rebate teste da Microsoft e diz que seu navegador economiza mais bateria

O pessoal da Opera não engoliu os testes da Microsoft que indicam que o Edge consome menos bateria que todos os outros navegadores do mercado. A empresa, então, resolveu contra-atacar.

Há poucos dias, a Microsoft divulgou um vídeo mostrando que seu novo browser é o mais eficiente entre os concorrentes, só que no começo do mês a Opera havia feito afirmação semelhante em relação ao seu próprio software. A explicação, diz a Opera, está no fato de que a empresa simplesmente escolheu excluir o Edge dos seus testes.

“Um navegador no qual não prestamos atenção foi o Microsoft Edge. Muito porque o Edge está disponível apenas no Windows 10”, afirma a Opera. “Nesta segunda-feira, entretanto, a Microsoft divulgou um vídeo, similar ao que fizemos, mostrando o Microsoft Edge ganhando nos seus testes. Junto com o vídeo havia um extenso post e obviamente um grande esforço de relações públicas, e se dizia que o teste mostrava o Edge batendo Firefox, Chrome e Opera.”

A Opera - que usou a imagem acima para ironizar a concorrente - disse que não tinha como replicar os testes da Microsoft porque a dona do Edge não divulgou sua metodologia completa. Eles, então, decidiram replicar o teste que fizeram anteriormente, mas com o novo navegador da Microsoft incluído.

Os resultados comprovam que o navegador da Microsoft é mesmo bom em termos de economia de bateria, porque deixou o Chrome para trás. O Opera, porém, bate os dois, graças a seu modo de economia de bateria e ao bloqueador nativo de publicidade. O Chrome conseguiu manter o computador ligado por apenas 2:54; o Edge, por 3:12; já o Opera garantiu 3:55 de trabalho.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ