Pesquisa: "tijolão" tem recepção de sinal até 10x melhor que top de linha

Um estudo realizado pelo órgão regulador de comunicações do Reino Unido, o Ofcom, mostra que os celulares antigos, lançados há mais de 10 anos, e os modelos mais básicos atuais, possuem desempenho melhor do que os modelos top de linha atuais em termos de recepção e sinal.

Os testes, realizados em laboratório, revelaram que os modelos mais novos não são tão bons em captar sinais fracos como os dispositivos mais antigos e do que os mais baratos vendidos atualmente. Confira os índices revelados:

  • Alguns smartphones precisam de um sinal até 10 vezes mais forte do que os celulares comuns para fazer ou receber chamadas.
  • Nas redes 2G e 4G, os smartphones analisados precisaram, em média, de um sinal 7 vezes mais forte do que os celulares comuns.
  • Na rede 3G, foi necessário um sinal 9 vezes mais forte para que os smartphones executassem o mesmo trabalho dos celulares comuns.


Por que isso acontece?
De acordo com o Ofcom, a perda na capacidade acontece por causa da utilização de vidro e metal no acabamento dos smartphones, em vez do plástico, usado em opções mais baratas.

O órgão se recusou a revelar quais foram os dispositivos usados nas experiências. "Nós testamos um número muito pequeno de telefones celulares, não para o ranking, mas para entender como os aparelhos reagem em diferentes situações, revelou um porta-voz.

Via DailyMail 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ