Pesquisadores desenvolvem coração artificial de espuma

Diferentemente dos corações artificiais já estudados, que geralmente são máquinas bombeando sangue, pesquisadores da Cornell University desenvolveram um modelo de espuma que imita funções e formato do órgão.

O material é desenvolvido a partir de um novo polímero, que pode ser moldado e possui poros que possibilitam bombear os fluidos. O modelo se mostrou mais eficiente que outros já analisados, uma vez que usa menos energia para movimentar os líquidos.

O desenvolvimento do coração de espuma abre caminho para a produção de outros órgãos, além de mostrar que a tecnologia pode ser útil para a robótica e próteses.



Via GizMag

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ