Pesquisadores querem encontrar "bugs" no DNA que causam o câncer

Pesquisadores do MIT e da Universidade de Hardvard, criaram uma fundação médica, que tem como objetivo salvar vidas usando um conceito bastante comum nos softwares para "curar" doenças. Segundo eles, é possível encontrar bugs no DNA humano e corrigí-los, ajudando no tratamento desses males.

"O câncer é uma doença do código de programação humana. Se você for capaz de ler o código-fonte de uma pessoa (sua sequência genética), você pode, potencialmente, descobrir bugs e corrigir essas falhas", explica Alexis Borisy, um dos líderes do estudo.


A ideia, que surgiu em 2008, ainda está em desenvolvimento. A fundação pretende encontrar "erros", as chamadas mutações genéticas, responsáveis por essas doenças. Os pesquisadores esperam que a pesquisa pode ajudar também em um tratamento mais racional do câncer, por exemplo.

O órgão ajuda pacientes e médicos a identificar e tratar tipos sérios e difíceis de câncer, olhando para a composição genética da doença. Por exemplo, mutações genéticas do câncer de mama podem parecer com as de um paciente com câncer de cólon, e esses tratamentos podem funcionar de maneira semelhante.

Para isso, os pesquisadores recolhem amostras de pacientes com câncer e sequenciam os genes do câncer, para entender o que a doença faz com as células. Os dados coletados vão para o banco de dados da Foundation Medicine e podem ser usados por outros médicos, que desejam saber, por exemplo, como tratar um tipo raro de câncer, ou empresas farmacêuticas que desejam testar novas drogas.

Via BusinessInsider

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ