Petição pela volta da Uber em Londres reúne mais de 760 mil assinaturas

Após perder sua licença para operar em Londres, a Uber já recebeu mais de 760 mil assinaturas em uma petição criada na Change.org para liberar o serviço na cidade. O objetivo é conseguir 1 milhão de assinaturas.

Além disso, o novo CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, pediu desculpas aos londrinos pelos erros do aplicativo de transporte que levaram ao banimento do serviço na cidade inglesa.

"Embora a Uber tenha revolucionado a forma como as pessoas se locomovem em cidades pelo mundo, também é verdade que tivemos coisas erradas ao longo do caminho. Em nome de todos na Uber globalmente, peço desculpas pelos erros cometidos”, afirma Khosrowshahi. Na carta aberta aos londrinos, o executivo também prometeu fazer mudanças para melhorar o aplicativo.

Reprodução

Na sexta-feira passada, 22, o TfL, regulador de transportes de Londres, considerou a Uber imprópria para administrar um serviço de táxi e decidiu não renovar sua licença, que termina nesta semana.

Segundo a instituição, a abordagem e a conduta da Uber demonstram falta de responsabilidade corporativa em relação a uma série de questões que têm potenciais implicações de saúde pública e segurança.

Foram citados quatro itens dentre os que geraram a recusa, como a forma como a Uber lida com crimes sérios e obtém certificados médicos e documentos de checagem para seus motoristas, e o uso do Greyball, software que poderia servir para enganar as autoridades.

A empresa tem 21 dias após o recebimento da notificação para apelar a decisão, ou seja, até 14 de outubro; se o fizer, a empresa tem permissão para seguir operando até esgotarem seus recursos na Justiça.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ