Tim Cook

Político propõe proibir entrada de Tim Cook na Rússia porque ele é gay

Redação Olhar Digital 31/10/2014 15h48
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Um notório combatente da causa LGBT na Rússia declarou que Tim Cook deveria ser proibido de entrar no país, agora que assumiu publicamente que é homossexual. O motivo? Segundo Vitaly Milonov, em uma eventual visita o CEO da Apple poderia levar doenças como "ebola, aids e gonorréia" à Rússia.

Milonov é um dos políticos que mais ferozmente lutam pela repressão aos homossexuais na Rússia. Esteve envolvido, por exemplo, na criação de uma lei que proíbe "propaganda" gay no país.

As declarações contra Tim Cook foram feitas em entrevista ao Flashnord. Dirigindo-se aos gays, Milonov atacou que "todos eles têm relações promíscuas" e que o CEO da Apple está usando sua posição para fazer política.

"Agora todos sabem que a Apple tem homossexuais, e as pessoas começam a mudar suas mentes - ele é talentoso. Isso é um movimento político sagaz", opinou.

Via IBTimes

Apple Tim Cook
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você