Por que as pessoas desfazem amizades no Facebook?

Dois estudos realizados por pesquisadores da Universidade do Colorado, nos EUA, mostram por que as pessoas desfazem amizades no Facebook. A pesquisa, que analisou mais de mil perfis de usuários adultos, indica que na maior parte das vezes as pessoas tendem a cortar laços virtuais com aqueles que discordam em temas críticos, como religião ou política. Nesses casos, os primeiros a serem excluídos são os amigos de infância. 

Os pesquisadores explicam: por terem sido feitas há mais tempo, essas amizades apresentam poucos pontos em comum entre as pessoas.

Muita gente também desfaz amizades nas redes sociais por coisas que aconteceram bem longe das redes sociais. "Descobrimos que as pessoas muitas vezes deixam de ser amigas de colegas de trabalho, por exemplo, por suas ações no mundo real ao invés de qualquer coisa que eles tenham postado no Facebook", explicam os pesquisadores.

O estudo também examinou as consequências emocionais das amizades desfeitas na internet. Segundo eles, há quatro possíveis sentimentos ligados a esse processo: supresa, incômodo, diversão e tristeza. Essas emoções estão ligadas a quatro fatores: o víncluo entre as duas pessoas na rede, o nível de 'monitoração' de seu perfil e suas postagens na plataforma, a existência de alguma tensão no relacionamento e a existência de outros amigos.

Por fim, a pesquisa concluiu que esse tipo de ação só é realizado em casos onde o usuário se encontra muito insatisfeito. "O custo de manutenção de amizades no Facebook é muito baixo. Quem faz um esforço consciente para apertar um botão para se livrar de alguém pode acabar machucando a pessoa", explicam os cientistas.

Via BusinessInsider

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ