Primeiro mapa 3D do interior da Terra explica origem de ilhas vulcânicas

Sismólogos da University of California, Berkeley criaram pela primeira vez um mapa tridimensional do interior do planeta Terra. O mapa associa fontes de rocha derretida que atravessam o manto terrestre (a parte do planeta mais próxima do núcleo) a áreas quentes da superfície que geram ilhas vulcânicas, como a Islândia, o Havaí e as Ilhas Samoa.

O mapeamento dos fluxos de magma foi feito por meio da análise das ondas sísmicas que reverberam pelo interior da Terra. Os dados de 273 terremotos fortes dos últimos 20 anos foram utilizados na elaboração desse mapa. O procedimento é semelhante a uma "tomografia" do interior do planeta.

Além de ser o primeiro mapa do interior da Terra a mostrar a conexão entre a origem da rocha derretida e as áreas quentes da superfície terrestre (a 2900 quilômetros de distância), o novo mapa também trouxe novas informações: ele mostrou que, a profundezas superiores a 1000 quilômetros, os bolsões de magma chegam a ter de 600 a 1000 quilômetros de largura - cinco vezes mais do que o anteriormente estimado.

O mapa mostrou também que a temperatura dos fluxos de magma é, provavelmente, cerca do 400ºC superior à das rochas que os cercam. Ao chegarem mais próximos da superfície terrestre, os fluxoes se "espalham" como um rio que chega ao delta. O vídeo abaixo mostra os achados de maneira detalhada.



As ilhas vulcânicas são formadas a partir da refrigeração do magma que chega à superfície terrestre por meio dos fluxos que vêm do centro da Terra. Ao entrar em contato com o fundo do oceano, o material se refrigera e ergue o terreno à sua volta, formando ilhas.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ