Ensino de programação pode se tornar obrigatório em escolas dos EUA

O antigo chefe de gabinete do governo Obama e atual prefeito de Chicago, Rahm Emanuel, fez um requerimento solicitando que se exigisse a habilidade de codificar computadores a todos os alunos que se graduarem no ensino médio nos Estados Unidos.

Durante um evento de tecnologia patrocinado pelo Washington Post realizado na última semana, Emanuel abordou o assunto e disse estar satisfeito com o Common Code (documento que diz o que os alunos norte-americanos devem aprender). O prefeito afirmou também que acredita que o requisito, adotado em Chicago, deveria ser padrão para todas as escolas de ensino médio do país. "Eles [os alunos do ensino médio precisam saber esse tipo de coisa", afirmou o prefeito durante o evento, citando que, ao saber programação, o aluno obtém benefícios que vão além do conhecimento.

Entenda

O conhecimento em programação é uma exigência para os estudantes de Chicago que se graduarão no ensino médio a partir de 2018. Se essa proposta for aceita, não se sabe se ela funcionará da mesma forma que acontece em Chicago, mas é provável que os alunos passem a ter aulas de programação, junto com matemática, ciência ou língua estrangeira.

Via Engadget

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ