Recursos do Google Pixel não virão na próxima versão do Android

O recém-anunciado Pixel, o novo smartphone do Google, tem uma série de recursos de software interessantes, como o Google Assistant e armazenamento ilimitado de fotos e vídeos em alta resolução na nuvem. No entanto, de acordo com o TechCrunch, esses novos recursos ainda não deverão ser levados a outros dispositivos na próxima atualização do Android.

Essas novidades, segundo o site, continuarão a ser exclusivas do Pixel ao menos por algum tempo. Outras, como alguns recursos do aplicativo de câmera do aparelho, estão ligadas ao seu hardware, e por isso não poderão ser levados a outros dispositivos Android. 

Nem todos os recursos do novo smartphone do Google, porém, serão restritos a ele. O Android Police conseguiu obter junto a uma fonte do Google um registro de mudanças, que diz quais atualizações da Android 7.1 serão específicas do Pixel e quais chegarão a outros smartphones. O TechCrunch diz ter conseguido confirmar junto ao Google que essas mudanças estão corretas.

Novo Android

Dentre as novidades trazidas pela versão 7.1 do Android Nougat está um recurso chamado Night Light. Essa função é semelhante ao Night Shift que a Apple introduziu na iOS 9.3, e reduz a emissão de luz azul da tela depois das 6 da tarde de cada dia. Isso supostamente melhora a qualidade do sono dos usuários. 

Além disso, a possibilidade de se usar o sensor biométrico traseiro para "deslizar" para cima e para baixo também chegará a outros aparelhos. Com isso, o sensor poderá ser usado, por exemplo, para puxar a gaveta de configurações do Android, ou ainda para "rolar" páginas para cima ou para baixo. Essa novidade deixa o sensor funcionar de maneira semelhante a uma rodinha de mouse.

Segundo o TechCrunch, o Android 7.1 deverá ser lançado numa versão de prévia para desenvolvedores no final de outubro. O Google, no entanto, ainda não anunciou uma data para o lançamento da versão final dessa atualização, ou mesmo quais dispositivos deverão recebê-la primeiro.

Resposta

Por outro lado, não faria sentido para o Google manter o Assistant restrito a outros aparelhos. Isso porque como ele usa redes neurais, ele precisa ter o máximo possível de dados de usuários para se tornar mais inteligente.

Um porta-voz da empresa informou que "nossa meta é tornar o Google Assistant amplamente disponível para nossos usuários, e nós continuaremos a lançar novas plataformas ao longo do próximo ano". A declaração, entretanto, não dá qualquer indício de que o Assistant chegará a outros smartphones Android no futuro próximo. 

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ