Rede de cinemas muda de ideia e diz que não vai permitir celular durante filmes

Adam Aron, presidente da AMC Theaters, maior rede de cinemas do mundo, disse na última quinta-feira, 14, que sua empresa estava disposta a permitir que os espectadores usassem o celular durante a exibição de um filme em algumas de suas salas. Um dia depois, porém, o executivo parece ter mudado de ideia.

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 15, Aron diz que deu ouvidos ao público e que a ideia foi rapidamente "largada no chão da sala de edição". "Usar o celular não será autorizado em qualquer uma das salas de cinema da AMC Theaters. Nem hoje, nem amanhã e nem em um futuro próximo", declarou o CEO.

A ideia surgiu como uma resposta ao desinteresse das novas gerações pelas salas de cinema. Segundo Aron, muitos jovens podem ter se afastado da exibição tradicional dos filmes justamente porque não conseguem ficar nem um minuto longe do smartphone.

"Quando você diz para uma pessoa de 22 anos que ela deve desligar o celular e não arruinar o filme, ela ouve 'por favor, corte o seu braço esquerdo na altura do cotovelo'. Você não pode pedir a um jovem de 22 anos para desligar o celular. É como eles vivem suas vidas", disse Aron. Parece, porém, que a empresa desistiu de satisfazer esse público.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ