Relembre os nomes já usados pelo sistema operacional da Apple em quase 40 anos

Durante a WWDC, conferência anual da Apple destinada a programadores, na última segunda-feira, 13, a empresa revelou o novo nome do sistema operacional dos Macs e MacBooks. Saiu de cena o OS X e entrou no seu lugar o macOS. Mas essa não é a primeira vez que o software ganha uma nova marca.

Na década de 1970, os computadores Apple I e Aple II rodavam uma variedade de sistema operacionais de disco, até que o Apple III chegou ao mercado usando o Apple SOS. A sigla significava originalmente "Sara's Operating System", em uma homenagem à filha do engenheiro Wendell Sanders. Oficialmente, porém, SOS representava "Sophisticated Operating System".

Já nos anos 1980, chegou o Apple LISA, que, oficialmente, tinha como nome as iniciais de "Local Integrated System Architecture" (ou "Sistema de Artquitetura Local Integrado"). No entanto, esse era também o nome da filha de Steve Jobs, Lisa Nicole Brennan. O sistema operacional do computador se chamava Lisa OS.

O primeiro Macintosh, lançado em 1984, deu início à numeração padrão do software com um simples System 1.0. A nomeclatura foi usada até o System 7.0, que foi predecessor do System 7.1.1 Pro - primeiro produto da Apple a usar o sufixo "Pro" em seu nome. A partir do System 7.5.1, a empresa começou a chamar o software de também de Mac OS na tela de boot do sistema.

Em 1997, a Apple deixou de usar a palavra "System" por completo e adotou oficialmente o novo nome a partir do chamado Mac OS 7.6, junto com os primeiros computadores Mac. Foi só em setembro de 2000 que a Apple inaugurou o OS X, ainda chamado de Mac OS X, sendo que a última letra representa o número 10 em algarismos romanos.

A versão beta do Mac OS X também tinha um nome personalizado: Kodiak. No lançamento do novo software, o nome a estampar as caixas era Mac OS X 10.0. Curiosamente, a Apple nunca usou em campanhas de comunicaçãoo nome pelo qual ele o produto conhecido anteriormente: "Cheetah". A versão 10.1 também era chamada "Puma".

Foi só a partir do Mac OS X 10.2 que os nomes de felinos foram usados abertamente pelo marketing da empresa. O update chegou ao mercado com o nome de "Jaguar", seguido por Panther, Tiger, Leopard, Snow Leopard e Lion até o Mac OS X 10.7. A atualização seguinte, lançada em fevereiro de 2012, porém, além do nome Mountain Lion, veio sem o prefixo "Mac".

A partir daí, OS X passou a ser o nome oficial do sistema operacional para computadores da Apple. Com a versão seguinte, porém, os nomes de felinos foram substituídos por regiões conhecidas da Califórnia, estado norte-americano onde fica a sede da empresa. Em junho de 2013, chegou ao mercado o OS X Mavericks.

Depois dele vieram o OS X Yosemite (2014) e o OS X El Capitan (2015), até que, nesta semana, a Apple trocou novamente OS X pelo mais simples macOS - também chamado Sierra. O sistema operacional chega em 2016 à sua edição 10.12, contando desde o lançamento do System 1.0 mais de 30 anos atrás.

Via TechCrunch

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ