Retrospectiva 2018

Retrospectiva 2018: os fatos que marcaram a tecnologia no último ano

Lucas Carvalho 26/12/2018 17h24
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Obituário: quem nos deixou em 2018

John Perry Barlow, fundador da organização dedicada aos direitos digitais EFF (Eletronic Frontier Foundation), morreu aos 70 anos em 7 de fevereiro. Barlow foi um dos pioneiros da internet e defendia que a rede deveria ser um ambiente livre, além de ser autor da “Declaração de Independência do Ciberespaço”, uma carta apresentada durante o Fórum Econômico Mundial de 1996 em Davos e que ia contra a regulamentação da internet por parte dos governos.

Stephen W. Hawking faleceu em sua casa, em Cambridge, na Inglaterra, em 14 de março aos 76 anos. Hawking foi um dos físicos mais conhecidos do mundo. Boa parte de seu reconhecimento mundial se deve ao best seller "Uma breve história do tempo", publicado em 1988. O livro vendeu mais de 10 milhões de exemplares e trouxe sua busca por entendimento das leis do universo, a partir de estudos como os que envolvem os buracos negros, aos holofotes da cena mundial.

Reprodução

Ted Dabney, cofundador da Atari e um dos pioneiros da indústria dos games, morreu aos 81 anos em 28 de março. Ele foi diagnosticado com câncer de esôfago no fim do ano passado mas preferiu não passar por um tratamento. Dabney teve participação fundamental na criação e nos primeiros sucessos da Atari. Ao lado de Nolan Bushnell, ele fundou a Syzygy em 1969, uma empresa que surgiu com o objetivo de produzir um game próprio que ficou conhecido como Computer Space. Anos depois, a Syzygy mudou de nome para Atari e em 1972 lançou o primeiro grande sucesso da empresa: Pong.

Paul Allen, um dos fundadores da Microsoft morreu no dia 15 de outubro. O executivo tinha 65 anos e combatia um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer que se origina nos gânglios. Bill Gates e Paul Allen fundaram a Microsoft em 1975, na cidade de Albuquerque no Novo México. Juntos, desenvolveram um interpretador da linguagem BASIC. Depois de se afastar da Microsoft, Allen fundou e dirigiu a Vulcan Inc., entidade que administra seus diversos negócios e projetos filantrópicos.

Reprodução

Evelyn Berezin, criadora do primeiro processador digital de texto, morreu aos 93 anos em 12 de dezembro. Evelyn criou o Data Secretary, um produto para facilitar o trabalho de secretárias como substituto das máquinas de escrever convencionais. O aparelho tinha teclado e impressora da IBM embutidos, com a vantagem de permitir que o usuário editasse textos antes de imprimir, o que não era possível com as máquinas de escrever. Com o tempo a máquina foi atualizada, ganhou tela e mais velocidade de processamento, tornando-se um predecessor dos computadores pessoais.

Nancy Grace Roman, a primeira chefe de astronomia do Departamento de Ciência Espacial da NASA, morreu na última semana de 2018 aos 93 anos. Ela ficou conhecida como a "mãe" do telescópio espacial Hubble, usado para detectar centenas de planetas fora do Sistema Solar nos últimos anos. Como chefe de ciência espacial da NASA, Nancy trabalhou para desenvolver e arranjar financiamento para diversos projetos da agência espacial norte-americana. O último projeto em que ela esteve envolvida foi na construção e no financiamento do Hubble.

Retrospectiva Tecnologia
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você