Fone Bluetooth Jaybird Tarah

Review do fone de ouvido sem fio Jaybird Tarah: alta qualidade e a prova d`água

Rene Ribeiro 28/02/2019 10h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A Jaybird é uma empresa de eletrônicos de consumo sediada em Utah, EUA, e de propriedade da Logitech. Ela tem forte atuação no mercado de fones de ouvido e o review de hoje é sobre um fone para prática fitness chamado Tarah. Confira o nossa avaliação sobre o dispositivo:


Fone de ouvido Jaybird Tarah: Recursos e funcionamento

Esse fone usa tecnologia Bluetooth e é voltado para quem faz esportes. Tem um módulo de controle no meio do cabo que liga os dois fones e tem 3 botões: o do centro serve para atender chamadas, dar play e pausar uma música e também parear o fone com o celular. Os botões das laterais servem para aumentar e diminuir o volume e, quando pressionados por um tempo a mais, um avança a música e o outro retrocede.

Reprodução

O Jaybird Tarah pesa menos do que 15 gramas e é a prova de água

Esse módulo é um tanto grande, porém, não é desengonçado. A vantagem é que é fácil localizar os botões apenas tateando, já que o cabo é curto (veremos isso no próximo tópico). O Jaybird Tarah é certificado pela norma IPx7, o que quer dizer que é a prova de água.

Reprodução

Essa norma garante que ele suporta ser mergulhado na água na profundidade de até 1 metro por 30 minutos. É claro que ninguém vai usá-lo embaixo d’água; o que importa aqui é que ele pode ser lavado embaixo de uma torneira depois de uma carga intensa de exercícios que o encheu de suor. E isso é muito bom.

Fone de ouvido Jaybird Tarah: Aplicativo para configurar modos de som

Os fones da Jaybird podem usar o aplicativo da empresa, disponível para Android e iOS,  para configurar equalizações. São oito opções de equalização e mais uma para personalizar. O app também traz vários podcasts relativos a fitness e vários deles contém músicas para atividades físicas.

Reprodução

Aplicativo da Jaybird tem várias opções de equalização e sugestões de podcasts com músicas para atividades esportivas

Fone de ouvido Jaybird Tarah: desempenho sonoro

Esse fone tem o volume alto e não distorce mesmo quando está no máximo. Para mim foi impossível deixar muito tempo no volume máximo, pois foi bem alto para meu gosto. E foi um dos poucos intra-auriculares que testei que conseguiu alcançar graves intensos. Isso é bem difícil quando se trata de de fones que tem alto-falantes pequenos. E o aplicativo, já citado acima, ajuda também na equalização para deixar de acordo com o gosto do usuário.

Fone de ouvido Jaybird Tarah: design e acabamento

Esse fone é do tipo intra-auricular e usa barbatanas de gel siliconado para ter melhor fixação nas orelhas. Para fitness, essa característica é bem vinda, pois é possível correr e fazer outros exercícios sem que fique caindo da orelha. Ele não é do tipo que entra profundamente no ouvido, portanto, mantém o conforto.

Reprodução

As ponteiras não isolam tanto o som externo como o fone Cloud Earbuds, da HyperX, mas isso é interessante para quando se está fazendo exercícios e precisamos prestar atenção ao redor. O cabo é um dos mais curtos de fones de ouvido (tem 49 cm), mas esse tamanho é ideal para ele não ficar balançando e batendo na nuca durante os exercícios. Outra vantagem do cabo curto é o peso total do produto, que não chega a 15 gramas.

Reprodução

O único problema do cabo curto é o módulo de controle, que acaba ficando para trás, do lado do pescoço e isso prejudica para atender a chamadas, pois o microfone está longe da boca. O fone vem com uma presilha para ajustar o fio mais próximo à cabeça, para balançar o mínimo possível. Além disso, vem também com um clipe para prender na gola da camiseta, na parte de trás, que também é eficiente para o fio não ficar balançando.

Fone de ouvido Jaybird Tarah: duração da bateria e carregador

O fabricante informa que a bateria dura até 6 horas de funcionamento contínuo. Consegui chegar a 5 horas e 20 minutos, com o volume do celular chegando a 70%. Caso tenha esquecido de carregar, ele tem carga rápida; com 10 minutos de carga é garantido 1 hora de uso. E com duas horas de carga, podemos chegar a 6 horas de uso.

Reprodução

Para carregar, é utilizado um cabo de formato proprietário, o que achei ruim. Se perder esse cabo, vai ser difícil encontrar outro no Brasil. Sem ele não há maneira de carregar o fone. Outro detalhe importante que li no manual: é preciso ter cuidado para não usar um carregador de celular que seja turbo ou que forneça mais do que 5 volts. Portanto, é necessário estar atento a isso e, por segurança total, carregue o fone em uma USB 2.0 de notebook ou desktop.

Fone de ouvido Jaybird Tarah: conclusão

Este fone Bluetooth vai agradar quem não dispensa música enquanto pratica exercícios físicos. Muito leve (não chega a 15 gramas), tem barbatanas de silicone para ficar bem fixo às orelhas e pode ser lavado sem problemas porque é a prova de água. A bateria tem duração máxima de 6 horas e, com apenas 10 minutos de carga, é possível usa-lo por 1 hora.

O volume alcançado é alto e os graves atingem um nível de boost elevado, o que surpreendeu por este fone ser do tipo intra-auricular. O software mantém o usuário informado de quanta carga ainda resta na bateria, algo que é um diferencial também. O que não agradou foi o cabo que vem para carregar o fone, pois o conector tem formato proprietário, o que significa que, se perder esse cabo, que é pequeno, nenhum outro consegue carregar a bateria. Ou seja, você terá de contar com a sorte para conseguir outro item nesse formato. Ou comprar outro fone. 

review Fones de ouvido água fone de ouvido logitech
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você