fones Jaybird Run

Review dos fones Jaybird Run: pequenos e com ótima qualidade de som

Rene Ribeiro, editado por Valdir Ribeiro Jr. 04/06/2019 08h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A categoria true wireless é a nova onda dos fones de ouvido. O Jaybird Run é um exemplar que tem tudo para ser uma ótima opção.

Quando se fala em fones de ouvido Bluetooth, o True Wireless (verdadeiramente sem fios, em uma tradução livre) é a onda que toma conta da indústria. Ficar livre dos fios significa não haver nenhum tipo de cabo entre os fones esquerdo e direito. Já existem muitos modelos no mercado, e um dos primeiros a surgir foi o Gear Icon X, da Samsung, em 2016.


Mas hoje o review desse tipo de fone é da marca Jaybird, que foi comprada pela Logitech em abril de 2016. Trata-se do modelo Jaybird Run. Passei alguns dias usando esse fone para responder a principal pergunta: será que se livrar dos fios e ter pequenos fones vale o preço premium? Até a data de publicação desse texto, o Jaybird Run custava, em média, R$ 900. Então acompanhe o review e veja se vale o investimento.

Fones true wireless Jaybird Run: design

A empresa fez um trabalho com a caixa e apresentação do produto. Quando aberta, você sente que comprou um produto que é realmente premium. O estojo que abriga os fones é de plástico bem acabado e resistente. Ele também é o objeto que carrega as baterias do par de fones, por meio de um cabo micro USB, que acompanha o produto. A fonte pode ser uma USB de notebook ou desktop ou, então, um carregador de celular.

Reprodução

O estojo também tem uma bateria, que funciona para dar uma carga extra aos fones mesmo quando você não tem uma tomada ou USB de computador por perto. Os fones podem parecer grandes quando você pega na mão, afinal, além dos alto-falantes é necessário embutir os circuitos de bluetooth e as baterias, além do botão que faz o contato para ligar e desligar.

Reprodução

O produto ainda acompanha 4 ponteiras de silicone para se adaptar a todos tamanhos de orelha, assim como 4 tamanhos de barbatanas de silicone para garantir que que fique bem fixo nos diferentes tamanhos de orelhas também. Por fim, uma sacola tamanho pocket, de material bem macio, parece um tipo de pano que está envolto em borracha bem fina feito para proteger os fones e guardar as ponteiras e barbatanas para não perder nada.

Fones true wireless Jaybird Run: funcionamento

Começar a usar os fones é uma tarefa muito fácil. Basta tira-los da caixa e, ao colocar no ouvido, um áudio informa (em inglês) que estão prontos para parear. E ele fica repetindo a mensagem até que você o faça. Então bastou ativar o bluetooth do meu celular, clicar em pesquisar novo dispositivo e o Jaybird Run aparece na lista. Em seguida cliquei e pronto, os fones estavam pareados e funcionando.

Reprodução

Esse processo leva menos de 30 segundos para ser feito, não há complicações. E esse processo só é preciso ser feito uma vez. Depois, sempre que forem tirados do estojo, os fones pareiam automaticamente com o dispositivo em questão, sem precisar pressionar nenhum botão.

Reprodução

Fones true wireless Jaybird Run: desempenho e conforto

A primeira coisa foi verificar se os fones não cairiam de minhas orelhas quando praticando uma corrida. Realmente as barbatanas se mostraram eficientes para eu sentir segurança e os fones não caíram das orelhas. As ponteiras de silicone também ficam dentro da orelha o suficiente para mantê-los bem fixos. ALém disso, o acabamento não causou incômodo na orelha, mesmo quando usei o Jaybird Run por mais de 1 hora e meia sem intervalos.

O isolamento acústico é ótimo, mas também achei perigoso. Isso porque mesmo sem música, o fone isola muito a maior parte do som externo. E você pode não ouvir uma moto, um patinete, bicicleta ou qualquer outra coisa que não esteja em seu campo de visão.

Reprodução

Os Jaybirds têm um som envolvente com um ótimo punch de graves. As batidas graves são realmente fortes, mas no sentido de potência que não deixa seu tímpano zumbindo. As frequências médias são bem equilibradas, onde os vocais ficam muito nítidos. Os agudos também estão em uma frequência ideal, sem perfurar seus tímpanos.

Reprodução

Para mim, esses Jaybirds Run foram ótimos para curtir música quando você precisa de estímulo para correr. O volume também é alto e, combinado com o ótimo isolamento acústico, funciona bem para economizar bateria, já que não é preciso deixar no volume máximo para ter um som alto.

Fones true wireless Jaybird Run: controles de música

Só vi uma desvantagem. Cada fone tem uma face multifuncional clicável. O botão direito atende às chamadas (o microfone é decente), controla faixas e liga ou desliga. O botão esquerdo pode ser pressionado para acessar o assistente virtual do seu telefone ou para desativar o fone.

Mas eles são um pouco difíceis de empurrar, precisam de uma certa pressão, o que me fez sentir que eu estava pressionando o lugar errado. Mas não era o caso, eu precisei colocar força mesmo e isso também fazia aprofundar os fones dentro da orelha o que gerava um desconforto momentâneo.

Fones true wireless Jaybird Run: software

A Jaybird também possui um software para seus fones, disponível para iPhone e Androids. Por meio dele é possível ter um equalizador personalizado ou explorar os criados pela comunidade. Você também pode acessar listas de reprodução salvas pela comunidade para diferentes tipos de atividades.

Reprodução

Fones true wireless Jaybird Run: duração de bateria

Eu usei esses fones durante duas horas seguidas e ainda havia 50% de carga (ele avisa por áudio o status da carga de 10 em 10%). Portanto, parece que consegue chegar as 4 horas de autonomia que a empresa divulga. O estojo garante mais 8 horas de uso (duas cargas completas). E com 5 minutos de carga já chegamos a ter 25% e energia da bateria. Portanto, com 20 minutos de carga já é possível ter uma carga completa.

Fones true wireless Jaybird Run: extra

Os Jaybirds são resistentes à água, suor e até lama. Mas atenção: resistente não significa a prova de água. Portanto, se cair na piscina ou no mar, pode ser que não volte a funcionar. Mas resiste a chuva fraca e até mesmo ser lavado rapidamente em uma torneira.

Fones true wireless Jaybird Run: conclusão

No geral, gostei muito desses fones true wireless. O maior problema foram os botões dos dois fones que precisam de força para serem acionados. Além de ficarem bastante fixos nas orelhas em corridas, ele mostrou uma qualidade de áudio ótima para fones sem fio.

A bateria personalizável (4 horas do fone mais 8 horas do estojo) é mais do que suficiente para qualquer atividade física. Outro problema ainda pode ser o preço de 900 reais. Entretanto, é difícil encontrar um fone tru wireless de alta qualidade abaixo desse preço.

Ficou interessado no produto? O aparelho avaliado nesse texto pode ser comprado na loja virtual do Olhar Digital, desenvolvida em parceria com o Magazine Luiza. Embora o Olhar Digital possa receber uma comissão nas vendas da loja virtual, a parceria com o Magazine Luiza não tem influência alguma sobre o conteúdo editorial publicado. Além disso, a disponibilidade do produto e o preço cobrado são de responsabilidade do Magazine Luiza.


wireless review Fones de ouvido fone de ouvido logitech logi
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você