redeye1

Review - RedEye: dock transforma seu iPhone em controle remoto universal

Igor Lopes 14/07/2011 10h07
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Equipamento é bastante útil para ambientes onde vários gadgets e vários controles remotos se acumulam

Televisão, receptor dos canais a cabo, blu-ray, DVD, home theater... Não há quem não fique incomodado com a quantidade de controles remotos em ambientes bem equipados tecnologicamente. Além disso, é cada vez mais comum assistirmos à TV com um smartphone ou um tablet nas mãos, acompanhando o que os amigos estão comentando sobre aquela programação nas redes sociais. E por que não juntar tudo isso em um único equipamento? Esta é a ideia do RedEye.

Em resumo, o produto se baseia em um dock que, além de carregar a bateria do seu iPhone, também o transforma em um controle remoto universal capaz até mesmo de automatizar funções em sua residência. Basicamente, a estrutura é a seguinte: o dock emite sinais infravermelhos para os equipamentos eletrônicos, e o smartphone se conecta ao dock por meio da rede Wi-Fi da sua casa. No entanto, o iPhone precisa ter um app instalado, que pode ser baixado gratuitamente na loja da Apple. Com isso organizado, é possível comandar seus equipamentos eletrônicos de qualquer lugar onde a rede Wi-Fi estiver presente, ou seja: dá para controlar a TV da sala mesmo que você esteja no andar de baixo da sua casa. E, caso você saiba criar um acesso remoto (configurando seu roteador e um IP fixo para o RedEye), pode comandar seus equipamentos de qualquer lugar onde exista uma conexão à internet.

Configuração

Apesar do conceito ser simples, a instalação não é lá das mais fáceis. Talvez o melhor caminho para os usuários mais leigos seja contratar um técnico. Já os mais avançados precisarão de muita paciência para acompanhar as várias páginas do manual e entender as muitas funções oferecidas pelo produto. No nosso caso, demoramos cerca de 1 hora e meia para configurar uma TV, um receptor de TV a cabo, um Blu-Ray, um DVD e um set top box. Mas, uma vez configurado, você pode esquecer do produto e aproveitar as funcionalidades que ele oferece.

A primeira coisa a se fazer é configurar "rooms", ou salas. Assim é possível definir, por exemplo, um setup para a sua sala de TV, outro para o seu quarto e assim por diante. Em seguida, é necessário definir os equipamentos presentes naquele ambiente, ou os "devices". O RedEye tem mais de 70 mil códigos já programados para vários aparelhos eletrônicos, separados por marcas e modelos. Mas, caso o seu equipamento não esteja listado ali, uma função bastante interessante resolve o problema. Basta apontar o controle remoto do produto em questão e apertar o comando desejado, para que o dock "aprenda" aquela função. Além disso, o sistema também aproveita as funções do acelerômetro para que você possa programar comandos baseados no movimento do smartphone.

Com isso definido, é hora de criar as "activities", ou atividades (assistir TV, ver filme, ouvir música etc). Ao clicar em uma dessas atividades - por exemplo, assistir TV -, você pode instruir o sistema para ligar a televisão e o equipamento da TV a cabo, além de mudar para o canal de sua preferência logo de cara. As possibilidades, aqui, são infinitas. Se o seu interruptor de luz permitir, é possível até mesmo modificar a iluminação do ambiente através do seu telefone celular.

O visual do "controle remoto virtual" também pode ser alterado da maneira que o usuário quiser. É possível, por exemplo, colocar os botões de volume em destaque, os comandos que você mais usa no topo e até os números em tamanho maior (boa solução para idosos e pessoas com problemas de visão).

Tecnicamente falando, todos os comandos registrados aqui ficam guardados no próprio dock. Isso significa que, caso a família possua mais de um aparelho com o iOS, tudo o que for definido será copiado para o outro automaticamente, assim que o aplicativo for baixado da AppStore.

Resumo

Como pontos positivos, podemos dizer que o sistema funciona muito bem para eliminar aquele monte de controles na sua sala. Os códigos pré-existentes cobrem a grande maioria dos produtos à venda no mercado brasileiro, e o controle remoto virtual pode ser configurado da maneira que o usuário quiser. O sistema também faz upgrades automáticos, e a possibilidade de utilizar o acelerômetro do iPhone é bastante interessante (assim como vibração e som, para que você tenha certeza que o comando foi enviado). Para completar, você nunca mais ficará sem bateria no smartphone, já que o dock também serve para recarregar o aparelho.

Os pontos negativos ficam por conta da dificuldade na instalação (bastante complexa), e pelo fato do dock ter que ficar alinhado, "enxergando" seus equipamentos para que eles reconheçam o sinal infravermelho. Caso você queira utilizar o sistema em um segundo ambiente, é necessário adquirir um novo dock. O emissor de sinal também não funciona com baterias, o que pode dificultar o seu posicionamento caso não tenha uma tomada disponível no local que quiser deixá-lo. Ainda existe um certo "lag" entre o click e o reconhecimento do comando (menos de 1 segundo, mas ele existe), e os ícones do controle remoto não são tão bonitos - o que faz com que o visual do seu app não seja dos melhores... E, para terminar, o preço: o produto custa R$ 990,00 (pode ser encontrado aqui).

No geral, o produto é bastante interessante. Parece contraditório, mas o serviço parece muito bom para ser utilizado em paralelo com os controles remotos. Explicamos: naquele momento de preguiça, não há nada melhor do que ter uma opção para evitar qualquer movimento. E também, não há nada melhor do que uma segunda opção na hora em que seus controles simplesmente desaparecem do campo visual... O produto não é perfeito, mas entrega - e muito bem - o que propõe.
Televisão review
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você