Samsung supera Intel e se torna a maior fabricante de chips do planeta

Foram 24 anos de domínio, mas a Intel deixou de ser a maior fabricante de chips do mundo. A empresa americana, que continua gigante no ramo de processadores para PCs e servidores, foi sucedida no topo dessa lista pela Samsung, que encontrou sucesso em outro mercado.

A coreana está aproveitando uma alta na demanda por chips de memória para ganhar uma predominância nessa indústria A Samsung anunciou receitas na casa de US$ 15,8 bilhões em sua divisão de semicondutores no último trimestre, enquanto a Intel anunciou um total de vendas de US$ 14,76 bilhões no mesmo período.

A mudança já era esperada, no entanto. No início de julho, um estudo da consultoria japonesa Nomura Securities apontava a alternância da liderança, embora os números ficassem um pouco abaixo em ambos os casos. A expectativa é que a Samsung ficasse em US$ 15,1 bilhões e a Intel em US$ 14,4 bilhões.

A pesquisa também projetava a Samsung à frente da Intel no resultado anual, com um valor acumulado de US$ 63,6 bilhões contra US$ 60,5 bilhões da concorrente americana.

Tudo isso porque a busca por memória DRAM e SSDs levou a um aumento de preço nos produtos, contando ainda com o fato de que o mercado de memórias já superou o de processadores, que é o ganha-pão da Intel. 

Para se ter uma dimensão do tamanho desse resultado, basta lembrar que a dominância da Intel vem desde 1993, com o lançamento dos processadores Pentium para PCs. Na época, a Samsung estava apenas na sétima colocação desse mercado.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ