Smartphone mais barato do mundo está trazendo prejuízo à fabricante

O Freedom 251, smartphone criado por uma empresa indiana chamada Ringing Bells, chamou a atenção do mundo ao chegar ao mercado em junho custando apenas US$ 4 (cerca de R$ 12 na cotação atual do dólar). Porém, o celular Android mais barato do mundo não tem se mostrado sustentável para a fabricante.

Mohit Goel, presidente da Ringing Bells, disse ao jornal Indian Express que a empresa espera receber uma ajuda milionária do governo local para conseguir entregar as 200 mil unidades do Freedom 251 prometidas aos que fizeram a compra. "Para cumprir com um número tão grande de entregas, nós precisamos muito do apoio do governo", disse o CEO.

Durante a campanha de divulgação do Freedom 251, a Ringing Bells chegou a receber cerca de US$ 7 bilhões do governo indiano só para conseguir concluir a fabricação do aparelho. Na época, a empresa disse que, graças a uma série de parcerias, o prejuízo com a produção do smartphone era de "apenas" US$ 2 por unidade.

Caso o socorro do governo não venha, a Ringing Bells planeja continuar vendendo o Freedom 251 diversificando sua oferta de produtos. A empresa está lançando também uma linha TVs, celulares comuns e outros smartphones com configurações melhores e preços mais realistas, para, assim, conseguir manter-se economicamente.

O Freedom 251 tem tela de 4 polegadas, 1GB de memória RAM, 8GB de memória interna, processador quad-core de 1.3GHz e Android 5.1 Lollipop de fábrica. Segundo a Ringing Bells, cada unidade do aparelho custa US$ 20 para ser fabricada.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ