Logo Olhar Digital

Super Banda Larga, conexão de 5 Gb e novidades para 2008

Redação Olhar Digital 28/02/2008 11h14
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Em entrevista ao Olhar Digital, Ari Falarini, da Telefônica, contou um pouco sobre os planos da empresa

O Grupo Telefônica é um dos três maiores conglomerados de telecomunicações do mundo, pelo critério de número de clientes: são mais de 203 milhões de acessos nos 23 países em que está presente. No Brasil, o Grupo é o maior conglomerado empresarial privado em atuação e é o maior contribuinte em impostos e o segundo empregador, com 73.488 contratados diretos e mais de 41 mil indiretos. No final de 2006, possuía mais de 45 milhões de clientes. Entre as empresas do Grupo Telefônica no Brasil, estão: Telefônica SP, Atento, A.Telecom, Terra, TGestiona, TESB, Telefônica Internacional Wholesale Services (TIWS) e VIVO.

Recentemente, a Telefônica teve grande destaque na mídia nacional e internacional por conta da superestrutura montada por ela no prédio da Bienal das Artes, no Parque Ibirapuera, em São Paulo, quando plugou o prédio a 5 gigabits (5 Gb) de velocidade de conexão à internet. A infra-estrutura foi montada pela operadora, a pedido da coordenação do evento, especialmente para a realização do Campus Party Brasil 2008, da qual a empresa foi parceira. A conexão que foi oferecida ao campuseiros no Brasil foi a mesma do Campus Party em Valência, na Espanha, que reuniu 5,5 mil pessoas conectadas simultaneamente em 2007.

Em entrevista ao site do Olhar Digital, Ari Falarini, diretor de Planejamento e Engenharia da empresa, contou um pouco sobre a participação da Telefônica no Campus Party e também sobre a “Super Banda Larga”, novo projeto do grupo disponível para 35 mil domicílios dos Jardins e bairros vizinhos.


Olhar Digital (OD): O que a Telefônica levou para o Campus Party Brasil em termos de infra-estrutura, serviços e inovações?

Ari Falarini (AF): O carro-chefe da Telefônica para o evento foi mesmo a conexão de 5 Gb oferecida aos campuseiros. Para se ter uma idéia, essa velocidade representa 5 mil vezes a conexão de 1 Mbps, a mais comum em residências no país. A infra-estrutura teve uma conexão exclusiva de fibra óptica que ligou a Bienal ao roteador de saída (toolgate). A tecnologia utilizada foi o Wavelenght Division Multiplexong (WDM), um divisor múltiplo de feixes de luz. A conexão era 100% segura, pois trafegava por meio de dois caminhos distintos de fibra óptica.


OD: A conexão de 5 Gb jamais foi vista em eventos na América Latina. Durante os dias da feira, a média de computadores conectados à Internet foi de 1,8 mil máquinas.

AF: Pois é, e esse número aumentou em determinados períodos dos dias, mas não chegou a afetar a velocidade de acesso à rede. Mesmo em horários de grande pico, a utilização máxima que chegamos foi de 1,3 Gb. Na madrugada de quarta, 13, pra quinta, 14, tivemos um pico de campuseiros plugados; medimos que o tráfego de uplink chegou a ser o dobro do de downlink.


OD: É a primeira vez que a empresa trabalha com uma demanda tão grande em um local concentrado. Qual foram as medidas preventivas tomadas pela Telefônica para garantir sucesso absoluto?

AF: Foi preparada uma infra-estrutura robusta, onde foram privilegiados dois pontos principais: a velocidade e a rapidez de conectividade. Para que nada desse errado, a Telefônica criou um esquema de ‘segurança’ reforçado: rotas redundantes, equipamento de última geração, suporte técnico no evento disponível 24h e monitorações periódicas realizadas pelo suporte remoto garantiram o sucesso do evento.


OD: A Telefônica usou o Campus Party como plataforma de testes para alguma tecnologia que será lançada no mercado?

AF: Nossa intenção no Campus Party foi a de mostrar que a empresa tem capacidade de prover uma conexão muito rápida e de qualidade, além de aproximarmos o público dos diversos produtos da empresa. Viemos divulgar a Telefonia e conquistar mais usuários.


OD: Como foi o feedback da conexão de 5 Gb, visto que a empresa lidou com o público geek, que é formador de opinião e bastante exigente com relação à tecnologia?

AF: Foi ótimo. Fizemos contato com alguns dos campuseiros presentes e a opinião geral foi positiva, muitos elogiaram a participação da Telefônica. É gratificante olhar no rosto das pessoas e vê-las comemorando a velocidade com a qual conseguiram baixar seus programas e vídeos favoritos.


OD: Outro assunto que tem dado destaque à Telefônica atualmente é o lançamento da “Super Banda Larga”, que tem como ponto de teste a região dos Jardins e é voltada para quem precisa de muita conectividade. Fale um pouco sobre isso.

AF: Os moradores dos Jardins e bairros vizinhos são os primeiros usuários residenciais da América Latina a poderem comprar os serviços oferecidos por rede de fibra óptica, como acesso à internet com velocidade de 30 Megabites. Utilizamos essa “tática” de iniciar os trabalhos pelos Jardins como forma de teste para medirmos o potencial consumidor desse produto. Foram criados pacotes que incluem, além de conexão à web de 8, 16 e 30 Mb e rede Wi-Fi, TV Digital e 2 mil minutos/mês de ligações locais e intra-estaduais. Os planos incluem também pacote de segurança, identificador de chamadas e assistência técnica ao PC e os preços variam de R$ 399,90 a R$ 459,90. Por enquanto, o produto está presente no quadrilátero delimitado pelas avenidas 9 de julho, Avenida Paulista, Dr. Arnaldo, Paulo VI, Teodoro Sampaio e Faria Lima.


OD: Sabe-se que o Brasil tem muito potencial para receber novas tecnologias, mas elas chegam caras ao país. A Telefônica tem algum projeto de barateamento de serviços a longo prazo?

AF: Acredito que, com o tempo e com uma maior disseminação da banda larga, a tendência seja uma redução gradativa dos preços. Contudo, não é possível fazer esse tipo de previsão; vamos aguardar e ver como as coisas se desenvolvem.


OD: Finalmente, o que a Telefônica está preparando, na área de internet, para este ano de 2008?

AF: Isso é segredo. O que posso adiantar é que temos planos de, em breve, expandir a “Super Banda Larga” para toda a capital e posteriormente para todo o estado de São Paulo. Além, claro, de continuarmos trabalhando com o Speedy e demais produtos atualmente oferecidos pela empresa.

Internet Dinheiro Computadores Serviços 3G
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você